Ainda é Preciso Falar Sobre Hipocrisia?

Existem pessoas que acreditam que sabem tudo da vida e acham que  tem o direito de julgar, julgar,  estereotipar, dar opinião e julgar de novo, sem entender como as coisas realmente funcionam. O que você acha é simplesmente aquilo que vê em um determinado ângulo, e interpreta da sua maneira. Mas se subir na cadeira verá uma coisa completamente diferente, imagina então se deitar no chão?

Posso afirmar também que sei de muitas  coisas que lhes fariam chorar, mas nem por isso eu sorriria melhor. Todo mundo passa por tudo na vida. Ganha, perde, machuca, é machucado, é vitima ou culpado. Um dia é trouxa no outro é mais que esperto e assim segue em frente. O que eu achava que era certo quando adolescente, não é mais agora que sou adulta e talvez voltará a ser quando eu for mais velha.

A gente se molda pela experiência que vive. Pela sabedoria que adquire ou que pensa adquirir.  Então não tente definir uma pessoa pelo momento que ela passa. Porque ninguém pode saber o que existe na mente e coração humanos. Você pode se surpreender de verdade!  Às vezes a gente surta, desequilibra, quebra. E no outro dia resolve consertar. Não podemos ser definidos por erros ou acertos. Ninguém é totalmente santo ou totalmente mau. E Quem não tem seu lado cruel?

Revolto-me ao ver as pessoas te tirando pra trouxa porque você caiu, ou foi enganado, sem saber o que te faz feliz de verdade.  Ou então tendo inveja da sua conquista sem saber que você também sente dor… Vamos parar de tirar conclusões porque não sabemos exatamente nada de nada de ninguém, muito menos da vida. Tudo muda. Tudo é e não é, mas também sempre será. Ponto.

O mundo dá voltas, as máscaras caem, outras se colocam. As pessoas mudam. Para o bem ou para o mau. Mas mudam. Todo mundo guarda segredos. Todo mundo mente. Todo mundo se ofende com a mentira do outro. E isso nem sempre é hipocrisia. Todo mundo tem um calo que dói, um arrependimento na vida, seus fantasmas e medos. Todo mundo tem sonhos e vontade de recomeçar. Somos humanos, estamos vivos. Tua fraqueza um dia será tua força. E cada dia é uma história diferente. Você é o que você vive. Hoje sou eu. Amanhã você. Depois ele ou aquele.

Só você pode saber de você. Só eu posso saber de mim. Como diz a música, “o que eu ganho, o que eu perco, ninguém precisa saber…” E cada um lida com as consequências dos seus próprios atos e segue a vida do jeito que acha certo e conveniente no momento, hoje. Porque amanhã pode ser errado, pode ser nada a ver. Mas quem decide isso é você e mais ninguém. Vamos ser flexíveis e menos críticos cheios de hipocrisia!!!

Sobre o Autor

Mia Coutinho

Publicitária por formação, aeromoça por opção e escritora por paixão. Virginiana, perfeccionista, mãe do Henri. Entre fraldas e mamadeiras, entre pousos e decolagens, entre artes e artimanhas, ela escreve. Escreve porque para ela, escrever é como respirar: indispensável à vida!

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove