Droga coração, de novo não

Não, eu não estou brava com você, a melhor palavra para me definir neste momento seria: preocupada. Sabemos que você é frágil, mas você mal se recuperou da sua última ferida e já quer viver fortes emoções de novo, coração? Você precisa, pelo menos, escutar o lado racional para não ser maltratado outra vez. Nós dois sabemos o quanto você é inofensivo e chega até a ser ingênuo por acreditar demais na integridade das pessoas, mas você precisa aprender que nem todas as pessoas têm boas intenções. E para você lidar com esse tipo de pessoa, precisa ser mais exigente e seletivo com quem vai deixar te adentrar.

Eu não quero para nós a tortura do lugar vazio dentro de ti, ou a angústia de não conseguir apaixonar-nos quando encontrarmos a pessoa ideal pela qual desejamos há algum tempo. Não, coração, eu não quero viver a aflição e, muito menos, a pressão de precisar mudar porque você, simplesmente, congelou. Sempre preferimos o calor do momento, de coisas intensas, de levar a vida com emoção, perigosamente. Somos feitos do agora. Imagina só, coração, se por um deslize de acreditar em falsos amores perdemos tudo o que nos faz tão exultantes?

É difícil pra você, e eu sei muito bem o quanto você luta contra, quando alguém chega fazendo juras de amor, te mimando e te dando a atenção que você tanto sonhou, mas vamos combinar de sempre ter um pé atrás antes de nos apaixonarmos? Precisamos chegar a uma conclusão, coração, porque assim não vai dar. Dessa forma vamos sempre ser a parte que sai machucada. Calma, não estou dizendo que sempre há uma pessoa que sai machucada, mas se você continuar se entregando assim, nós vamos.

Coração, você sabe aquela minha amiga que sempre vem desabafar comigo sobre o quanto queria poder amar novamente, mas que não consegue mais se entregar a alguém? Eu sinto você, e sei o quanto você fica frustrado quando ela diz isso para nós, sem entender como uma pessoa pode não conseguir se entregar, como uma pessoa pode não conseguir sentir mais. Ela ficou assim porque se envolveu com a pessoa errada. E hoje em dia existe um mal que vem tomando conta das pessoas, que se chama: ilusão. As pessoas hoje em dia iludem por puro prazer e não estão se importando em como o outro se sentiu sendo usado. Poderiam até estrear em novelas se quisessem.

Acho que precisamos nos unir, eu, você e o racional. Fazer uma reunião mesmo sabe? Colocar na ponta do lápis como vamos nos prevenir daqui para frente. Selecionar categoricamente cada um que ousar querer um lugar dentro de ti. Podemos até passar a impressão de chatos, mas é a lei da sobrevivência aqui de fora, coração. Eu prometo que vou cuidar de você como uma joia preciosa, mas me prometa que vai se esforçar ao máximo para não se machucar novamente. E por favor, se desapegue desse canalha, porque ele não nos merece.

Sobre o Autor

Daniele Denez

Catarinense, uma boa escorpiana, ama momentos, música, histórias e boas risadas. Você sabe o seu nome, mas nem imagina sua história, você lê suas palavras, mas é impossível saber o peso que elas têm para ela.

Seu comentário é muito importante para nós

Your email address will not be published. Required fields are marked *

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove