Mia Coutinho

Virginiana chata e perfeccionista, embora adore fazer rir. Nasci em Vitória, mais especificamente na Praia do Suá, o que me faz Capixaba “da gema”, com muito orgulho! Sou completamente apaixonada pela minha “Vitorinha Deprê”.

Tenho atualmente vinte e onze anos, isso mesmo, dos vinte anos não passo. Não tenho medo das rugas que podem aparecer, confesso que tenho receio é das cobranças sobre atitudes que condizem com a idade. Tenho alma de adolescente, e detesto aquele tipo de insinuação, “Já não passou dessa fase?”

Não, não passei, meus cadernos ainda são cor de rosa e coleciono papéis de carta! Minhas confidentes amorosas são uma louca paranoica ciumenta de 19 anos, que agora faz a linha desapegada e uma adolescente de 16 anos que o único relacionamento na vida não passou de um “crush” à distancia. Aliás, é agora que estou realmente nesta fase. E isso me rende ótimos textos!

Sempre fui uma adolescente madura demais, preocupada com tudo e todos. Cheia de traumas e afins. Nunca me importei com os bullyings que sofria, pois eu queria mesmo é salvar o mundo. E me desesperava tanta impotência.

Eis que virei Miss Limão, nem todos sabem, nem todos entendem, segredos que não convém contar. Apelido azedo que de forma carinhosa (penso eu) minha família inventou, ou mais precisamente um primo chato da Porra. Mia ansiosa, de cara emburrada, sempre nervosa. Essa sou eu, apesar de que OBVIAMENTE é tudo intriga da oposição!  Sendo bom ou ruim, cá estou eu, MISS LIMÃO.

Tenho paixão por vermelho que não sei da onde vem, na minha mente flutua um símbolo de asas vermelhas e até hoje não sei o que significa. Amo histórias sobre anjos caídos e não é a toa que estou escrevendo uma trilogia sobre o tema. Meu doce preferido é pizza de prestígio. Luto contra a balança e a gula desenfreada.

Não malho, não pratico atividade física e me sinto muitas vezes inútil por isso. A preguiça me corrói. Amo cachorros e convivo com a culpa de ter doado minha filha de quatro patas, a Nina, quando meu filho nasceu prematuro. Meu baby, razão de minha vida! O baby Henri é hoje minha maior inspiração.  Vivo na angústia diária de ser uma mãe ausente, uma mãe despreparada, uma mãe, que apesar de tudo, ama demais o seu filho.

Algo que me tira realmente do sério é INJUSTIÇA. É difícil conviver com algo assim. Então me resta escrever, entrar no meu mundo, ou tomar umas tequilas de vez em quando!  Um segredo sobre mim? Tenho muito medo de decepcionar as pessoas que amo, inclusive a mim mesma.

Costumo fazer tudo por todos, as pessoas abusam da minha boa vontade (já me confessaram diretamente), mas descobri que o meu não dói muito mais do que o não dos outros, então fico com meu sim, escolha minha! Reclamo pra Cacete, estou tentando mudar isso, mas cara, como é difícil, tento um dia de cada vez. Pelo menos consigo ser grata àqueles que merecem.

Sou dona de muitas qualidades e tamanhas imperfeições, assim como todo mundo. Acredito que a diferença é que eu reconheço isso e luto para evoluir. Mas meu gênio é forte, muito complexo, e a batalha começa dentro de mim.

Formada em Comunicação Social pela UFES, atualmente sou aeromoça. Uma profissão realmente especial, que me fez crescer como pessoa. Ando nas nuvens, literalmente! No céu sou tão calma que até me desconheço, porque na “terra” sou grossa pra caralho, mas quando fazem grosseria comigo eu choro. Porque não choraria? Choro por tudo. Sou sensível ao extremo.

Acontece que sou meio ogra, meio mocinha, vai entender. Eu poderia ser geminiana, mas Deus me fez de Virgem para azar de meus amores. Falando em amores, estou aqui compartilhando meu grande amor com vocês: escrever. Minhas palavras são meu bem mais precioso, elas confortam meu espírito.

Sempre tive grandes sonhos, como atuar, dançar, criar… Mas dentre todos esses sonhos, o que mais me realiza é atingir as pessoas com palavras.  É esta a razão deste blog. A partir de agora, dedico-me a esta missão. Posso até fracassar, mas decidi correr o risco. Valerá a pena tentar!

All original content on these pages is fingerprinted and certified by Digiprove